Ao criticar decreto, vereador compara álcool em gel à bebida alcoólica: “se o álcool protege…”

Chamou atenção a fala do vereador Antônio Lobo de Macêdo, o Titil Lobo (MDB), durante sessão na Câmara Municipal de Lavras da Mangabeira nesta terça-feira (26). O parlamentar contestou um decreto municipal que proíbe o consumo de bebidas alcóolicas em restaurantes, por conta da pandemia. Ele comparou a medida com a recomendação do uso de álcool em gel para se proteger da Covid-19.  “Alguns cientistas dizem que nós devemos ter uma atenção especial ao álcool (…) e o decreto está proibindo a bebida do álcool, eu quero é entender aonde é que o álcool protege”, contestou. Ele pediu a fala logo após a leitura do decreto de autoria do Executivo.

No documento, a prefeitura estabelece a proibição do “consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos como praças e açudes (…), restaurantes e afins”. A justificativa, de acordo com o decreto, é que restaurantes estariam comercializando bebidas alcoólicas. O texto tem como base o mesmo utilizado pelo Governo do Estado. O parlamentar justificou que, “fez o comparativo de que a doença ainda não está definida. Uns afirmam que passam álcool na mão protege, e outros proíbem o consumo”. Disse ainda que tem “a consciência de que o consumo de bebida alcoólica baixa a imunidade”, e que se posicionou a favor do decreto, apesar de fazer parte da oposição ao governo na Câmara.

FONTE: Diário do Nordeste

Wesley Martins


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Atitude Empreendimentos



Nossas Redes Sociais


FALE CONOSCOCONTATO