Governo do Estado anuncia projeto de distribuição de absorventes para estudantes

O governador estadual Camilo Santana  assinou nesta terça-feira (13) medida para distribuição de absorventes íntimos a estudantes de instituições estaduais dos ensinos médio e superior. A distribuição deve ocorrer mensalmente e “garantir a qualidade da saúde íntima” de quase 115 mil estudantes, conforme Camilo anunciou durante anúncio em live nas redes sociais. “Todo mês [estudantes] receberão o quantitativo de absorventes para garantir a higiene pessoal”, explicou.

A gestão estadual encaminhou o projeto à Assembleia Legislativa (AL) em caráter de urgência, para contemplação nesta semana e início de vigência ainda neste mês. “Vai ser mais uma política de fortalecimento, de dignidade e de direitos humanos para essas estudantes”, disse Camilo. Ao lado dele, estavam a vice-governadora Izolda Cela, a primeira-dama Onélia Santana, e a secretária da Educação, Eliana Estrela.

Para a vice-governadora, a ausência dos absorventes no cotidiano de estudantes “representa uma barreira” para a permanência estudantil. “Com frequência [essa ausência dos absorventes] é causada pela falta de possibilidade de adquirir. Não é uma coisa tão baratinha para o orçamento de tantas famílias”, argumentou Izolda. “É importante que a gente possa garantir essas ações para que as pessoas não tenham prejuízos em função de uma impossibilidade, de uma desvantagem econômica”, finalizou.

“Eu acho que é um zelo, acho que é uma política de olhar para a estudante com um olhar sensível”, acrescentou a primeira-dama. “Nós identificamos através de vários estudos e indicadores de desistências escolares por falta de condições de ir até à escola por não ter absorvente. Além da higiene, [a medida influencia] também [em] um risco menor de adoecimento”, disse Onélia. Segundo ela, pessoas que necessitam dos absorventes priorizam, muitas vezes, sua própria alimentação em detrimento da saúde íntima.

A secretária de Educação destacou a existência de casos de desistência, evasão escolar e constrangimento devido à dificuldade de acesso aos cuidados íntimos. “As nossas estudantes não vão mais precisar passar por esse constrangimento. Educação tem sido prioridade. Tudo que nós estamos investindo é [para] educar e cuidar dos estudantes”, afirmou Eliana.

Fonte: O Povo

Mário Almeida


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Atitude Empreendimentos



Nossas Redes Sociais


FALE CONOSCOCONTATO