Arquivos Brasil - FM Atitude

Mário Almeida28 de julho de 2021
Banco-do-Brasil.jpg

8min850

O Banco do Brasil prorrogou as inscrições do concurso público para o total de 4.480 vagas até o dia 7 de agosto. São 2.240 imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e o Distrito Federal. A seleção é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia.

As inscrições, previstas para encerrar nesta quarta, agora podem ser feitas pelo site da Cesgranrio até as 23h59 de 7 de agosto, e têm valor de R$ 38,00.

A divisão das vagas é a seguinte:

  • 2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercialmais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios em todos os estados e no Distrito Federal;
  • 240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 para cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI, para vagas somente no Distrito Federal.

 

O cargo de escriturário possui nomenclaturas específicas para uso no relacionamento com o mercado, que variam de acordo com a unidade em que o funcionário está lotado. Para este concurso, os candidatos podem concorrer para agente comercial, que trabalha na rede de agências do BB, em todo o país, ou para agente de tecnologia, que assume na área de Tecnologia, em Brasília.

Para participar da seleção, é preciso ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, e idade mínima de 18 anos completos, até a data da contratação.

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais. O banco oferece ainda ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e, cumulativamente, concede cesta alimentação no valor mensal de R$ 654,87.

Há possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência e previdência complementar. Os funcionários do BB possuem ainda acesso à Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB).

Do total, 5% das vagas são reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

O concurso terá provas objetivas e redação, previstas para o dia 26 de setembro, e seguirá os protocolos de prevenção à Covid-19.

As provas objetivas terão questões de Conhecimentos Básicos (25 questões): Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro; e Conhecimentos Específicos (45 questões), de acordo com a vaga pretendida:

Agente de Tecnologia:

  • Probabilidade e Estatística, Conhecimentos Bancários e Tecnologia da Informação.

 

Agente Comercial

  • Matemática Financeira, Conhecimentos Bancários, Negociação e Vendas e Conhecimentos de Informática.

 

Serão ofertadas vagas em dependências situadas em todos os estados e no Distrito Federal. No momento da inscrição, o candidato deverá escolher a UF/Macrorregião/Microrregião e a cidade de realização das provas.

Ou seja, ao optar por concorrer à determinada UF/Macrorregião/Microrregião, o candidato estará automaticamente vinculado a ela para fins de realização de provas, de classificação e de contratação.

A seleção tem validade de um ano, a contar da data de publicação do edital de homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogada, uma única vez, por igual período. Ou seja, é nesse período que o banco pode chamar os candidatos aprovados.

No caso das dentro do cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Fonte: G1.com


Mário Almeida27 de julho de 2021
vacinas-covid.jpg

5min960

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, sancionou nesta terça-feira (27) a lei que põe no fim da fila de vacinação quem se recusar a tomar o imunizante disponível no posto. A sanção foi publicada no Diário Oficial do município.

“Aquele que for retirado do cronograma de vacinação por recusa do imunizante será incluído novamente na programação após o término da vacinação dos demais grupos previamente estabelecidos”, diz o texto da lei.

Quem se recusar a tomar a vacina disponível irá assinar um termo de recusa, que será anexado ao cadastro único do paciente na rede municipal de saúde, para que não consiga se vacinar em outro posto.

A nova regra também vale para aqueles que estão inscritos na “xepa” da vacina. As exceções são apenas para gestantes e puérperas, e quem tiver comorbidade comprovada por recomendação médica.

O projeto havia sido aprovado na Câmara no dia 16 de julho. O texto é de autoria do vereador e médico Carlos Bezerra Jr. Segundo os argumentos do projeto, a intenção é evitar o chamado “sommelier de vacina” na cidade.

Medidas contra ‘sommeliers’ no estado

 

 

Outras cidades do estado também adotaram a mesma medida. Na região metropolitana de São Paulo, os municípios de São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Embu das Artes também colocam no “final da fila” do calendário de vacinação quem se recusar a tomar a vacina disponível. Nessas cidades, a vacinação acontece por meio de agendamento prévio.

No interior do estado, em Jales e Rio Preto, quem recusa a vacina também tem que assinar um termo de responsabilidade, afirmando que recusou a aplicação por causa da marca do imunizante. As prefeituras vão enviar esses termos para o Ministério Público, mas não há uma punição prevista.

Urupês, também no interior, a Prefeitura adotou uma estratégia semelhante, mas além da assinatura em um termo que comprove o ato da rejeição, quando a pessoa quiser se vacinar novamente, ela precisará entrar na fila da xepa, que imuniza com doses remanescentes de qualquer marca de vacina.

Em Cerquilho, na região de Itapetininga, a administração municipal publicou um decreto que determina o envio de dados ao Ministério Público das pessoas que se recusarem a tomar a vacina contra a Covid-19 disponível no momento da aplicação.

Fonte: G1.com


Mário Almeida26 de julho de 2021
bolsonaro-coletiva.jpg

6min980

Após dizer que vetaria os R$ 5,7 bilhões destinados a campanhas políticas por meio do fundo eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (26) que pretende derrubar apenas o que considera um “excesso” no montante e indicou apoio a um valor menor, de R$ 4 bilhões.

O valor de R$ 4 bilhões é o dobro do fundo eleitoral das eleições de 2020.

A previsão do valor para campanhas políticas em 2022 foi incluída na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) durante a tramitação do texto na Câmara e no Senado.

A LDO estipula as regras para elaboração do Orçamento, incluindo as previsões de receitas, despesas, e a meta fiscal. O Orçamento 2022 propriamente dito deve ser enviado pelo governo para apreciação do Congresso até 31 de agosto.

“Vou deixar claro uma coisa. Vai ser vetado o excesso do que a lei garante. A lei, quase R$ 4 bilhões, o fundo. O extra de R$ 2 bilhões vai ser vetado. Se eu vetar o que está na lei, estou incurso na lei de responsabilidade. Espero não apanhar do pessoal como sempre”, disse Bolsonaro a apoiadores nesta manhã.

Técnicos do Congresso avaliam que o presidente não tem o poder de vetar trechos separados do mesmo dispositivo, eliminado apenas o “excesso”. Ou seja, Bolsonaro teria que derrubar integralmente o valor de R$ 5,7 bilhões e depois enviar um novo projeto estabelecendo os R$ 4 bilhões para o chamado Fundão.

Ainda segundo os técnicos, caso o dispositivo seja vetado, não é preciso que a regra que destina verba ao fundo esteja inscrita na LDO. Basta que os R$ 4 bilhões, agora defendidos pelo presidente, sejam incluídos diretamente na Lei Orçamentária Anual (LOA).

Fundão

A LDO foi aprovada no Congresso em 15 de julho, antes do recesso parlamentar.

Em seu parecer, o relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA), incluiu um dispositivo que prevê que, além de ser composto por uma parte das emendas de bancada estaduais, o fundo receberá 25% dos recursos que a Justiça Eleitoral teve em 2021 e terá em 2022.

Segundo técnicos da Câmara e parlamentares, a redação permite que o fundo tenha montante de R$ 5,7 bilhões em 2022, ano de eleições presidenciais.

A quantia estipulada provocou críticas de alguns parlamentares e da sociedade civil, já que o valor é quase o triplo do que os candidatos receberam em 2020, quando foram distribuídos R$ 2 bilhões.

Após a repercussão negativa, o presidente disse em mais de uma ocasião, durante a semana passada, que vetaria o montante. Agora, defende um veto parcial do valor. Bolsonaro não detalhou como pretende fazer a operação.

Fonte: G1.com


Mário Almeida19 de julho de 2021
onibus-sp.jpg

4min1020

Após sair da cidade de São Paulo com destino ao Estado do Ceará, um ônibus de turismo caiu na Rodovia Washington Luís (SP-310), em Rio Claro, município localizado a cerca de 362 km de distância da capital paulista. Segundo informações, o veículo caiu de uma ribanceira, deixando 3 mortos e pelo menos 37 feridos na tarde desse domingo (18).

Conforme a Polícia Rodoviária local, o ônibus com 40 passageiros saiu da pista e capotou na ribanceira com quase 20 metros em relação ao nível da pista. Ainda segundo o órgão, o acidente aconteceu  no km 184.

O motivo da queda ainda segue desconhecido, mas a Polícia relata que o veículo saiu da rodovia para o canteiro lateral onde capotou.

Os passageiros feridos tiveram socorro de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, assim como da concessionária Eixa para realizar o transporte até hospitais dos municípios de Rio Claro, Ipeúna e Santa Gertrudes.

O Corpo de Bombeiros relatou que os passageiros socorridos estavam com ferimentos leves. Aqueles que não apresentaram machucados foram levados para a Casa de Passagem pela prefeitura de Rio Claro. O órgão informou também que outro veículo será providenciado pela empresa para buscar os passageiros na cidade.

Não houveram informações sobre o local de atendimento de outras 9 vítimas, mas dentre os 28 passageiros atendidos, foram destinados aos seguintes locais:

  • 9 pessoas no Pronto-Atendimento do Cervezão em Rio Claro. Não há informações sobre o estado de saúde
  • 2 pessoas na Unidade de Pronto-Atendimento do Bairro do Estádio em Rio Claro. Não há informações sobre o estado de saúde.
  • 6 pessoas no Pronto-Socorro da Avenida 15 em Rio Claro.
  • 2 pessoas no hospital São Rafael em Rio Claro com ferimentos leves.
  • 6 pessoas no município de Ipeúna com ferimentos leves.
  • 3 pessoas no município de Santa Gertrudes. Não há informações sobre o estado de saúde.

Fonte: Diário do Nordeste

 

Trânsito na BR-222, região

 

Na BR-222, região de Sobral, no sábado (17) próximo ao entroncamento da rodovia com a BR-403, o condutor de um carro em atitude suspeita foi abordado e conduzido à Delegacia na região. O carro apresentava adulteração na identificação do veículo, um crime, conforme a legislação do trânsito.

Ainda na BR-222, km 242 em Sobral, no início da noite do domingo (18) um ciclista foi colido por um carro enquanto trafegava pelo acostamento da rodovia. Ferido e com uma fratura em um dos braços, a vítima foi socorrida pelo SAMU.

Por fim, na noite de ontem a Polícia Rodoviária Federal registrou uma ocorrência de queda de moto envolvendo duas pessoas no km 154, trecho da BR-222 no município de Irauçuba.

De acordo com a PRF, as vítimas tiveram ferimentos leves e foram socorridos até à emergência hospitalar naquela cidade.


Mário Almeida17 de julho de 2021
colheita1-8324fc0e-1280x806.jpg

9min850

As usinas de cana-de-açúcar do Brasil tiveram um papel importante na redução da emissão de gases poluentes por parte de veículos leves (carros), a partir da produção do etanol.

E, agora, elas têm a oportunidade de fazer o mesmo com os veículos pesados, como caminhões e ônibus, afirma Felipe Marques, diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, instituto de pesquisa sobre energias limpas.

Isso é possível a partir do biometano, um biocombustível que pode substituir o diesel e o gás natural. Ele é formado com a purificação do biogás, que, por sua vez, é produzido a partir de diferentes resíduos da cana: bagaço, palha, vinhaça e torta de filtro .

Com o biometano, o Brasil poderia suprir, atualmente, 34% do consumo anual de diesel. E o biogás é capaz de ofertar 17% do uso de energia elétrica no país em um ano.

Os dados são da Associação Brasileira do Biogás (​ABiogás).

O biogás e o biometano são considerados fontes de energia limpa por virem de uma matéria orgânica, o que faz com que o dióxido de carbono (CO2) emitido por eles seja absorvido pelas plantas, diferentemente do que ocorre com uma fonte fóssil, que fica na atmosfera.

No mundo, o Brasil lidera a produção da cana-de-açúcar, com uma safra estimada em 628,1 milhões de toneladas para 2020/21, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em seguida, estão a Índia e a China.

Metade da produção está em São Paulo, seguida de Goiás e Minas Gerais.

 

Percurso de produção do biogás, biometano e retorno de resíduos para as lavouras. — Foto: Arte/G

 

 

Diesel e biometano

 

As usinas de cana têm até mesmo a oportunidade de usarem o biometano no lugar do diesel em sua frota própria, máquinas e tratores, diz Nicolas Berhorst, que é gerente da área de Inteligência de Mercado do CIBiogás.

“São Paulo, por exemplo, proíbe a queima da cana. E isso provocou o surgimento de máquinas mais desenvolvidas e que consomem mais diesel. Então, se as usinas puderem produzir o seu próprio biometano, é uma forma delas se tornarem renováveis do começo ao fim”, afirma Berhorst.

Segundo dados da Abiogás, o setor sucroenergético consome cerca de 2,5 bilhões de litros de diesel por safra.

No Brasil, o consumo total de diesel chegou a 57,4 bilhões de litros em 2020, de acordo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Em um percurso de 1 km a diesel, são emitidas 1,229 mil gramas de dióxido de carbono equivalente (gCO2 eq), enquanto a mesma distância feita com biometano emite apenas 72 gCO2 eq, calculam os especialistas.

Dióxido de carbônico equivalente é o resultado da multiplicação das toneladas emitidas de gases de efeito estufa, pelo seu potencial de aquecimento global.

 

Exemplos

 

No Brasil, já existem experiências práticas com o biometano.

O CIBiogás, por exemplo, fica dentro do parque da Usina Hidrelétrica de Itaipu (PR), que possui uma frota com 42 carros adaptados para o biometano.

No local, o biogás é gerado por meio dos resíduos dos restaurantes do próprio parque.

Assim como em Itaipu, algumas empresas e institutos possuem, há algum tempo, veículos próprios movidos a biometano. Mas a Scania, por exemplo, foi a primeira montadora a comercializar caminhões movidos a este gás no Brasil, em 2020.

A empresa já vendeu 200 veículos no país e, na Europa, em torno de 5 mil, segundo a assessoria de imprensa da companhia.

 

Energia elétrica

 

O biogás obtido pelos resíduos da cana-de-açúcar também pode gerar energia elétrica. E, em tempos de crise hídrica e energética, os especialistas comentam a importância de aumentar o uso de fontes de energia alternativas.

Marques diz que, assim como os carvões das termelétricas são estocados – aguardando o seu acionamento quando os níveis dos reservatórios das hidrelétricas caem – os resíduos da cana também podem ser armazenados para o mesmo fim, com o diferencial de gerarem uma energia limpa.

A primeira usina do Brasil a vender energia elétrica no mercado livre (leilões) gerada com os resíduos da cana pertence à Raízen e foi inaugurada em outubro de 2020. O produto é obtido por meio da vinhaça e da torta de filtro da cana.

Alessandro Gardemann, presidente da Associação Brasileira do Biogás (​ABiogás), diz que outras tecnologias estão sendo estudadas no país, como a geração de energia apenas com o uso da biodigestão da vinhaça.

Segundo ele, os maiores desafios do setor são hoje a disseminação de conhecimento e a criação de mecanismos de financiamento para que essa tecnologia possa se expandir.

“As usinas de cana já têm hoje uma equipe de engenharia muito qualificada, sabem trabalhar com tratamentos térmicos, fermentação […]. Mas poucos produtores conhecem a fundo o biogás”, reforça Berhorst.

Além da unidade da Raízen em Guariba (SP), há duas plantas de biogás do setor sucroenergético em operação no Brasil: São Martinho (Pradópolis – SP) e a Tamboara (Tamboara-PR), segundo dados do CIBIogás.

Há ainda uma expectativa de que, até o final deste ano, uma unidade do Grupo Cocal, no município de Narandiba (SP), comece a produzir biometano, biogás e energia elétrica.

Através do gasoduto construído em parceria com a GasBrasiliano, a Cocal deve ofertar gás para residências, comércios, indústrias e veículos leves e pesados para as cidades de NarandibaPirapozinho Presidente Prudente.

“Parte do biometano será destinado à frota automotiva da Cocal, em substituição ao diesel”, acrescenta a assessoria de imprensa da Cocal.

Outras unidades de biogás em processo de implantação são: Adecoagro (Ivinhema-MS), Boa Vista/São Martinho (Quirinópolis-GO), Cruz Alta (Olímpia-SP), segundo a CIBIogás.

Fonte: G1.com


Mário Almeida16 de julho de 2021
carro-rio.jpeg

2min1490

Um carro com uma ossada dentro foi encontrado no Rio Cachoeirinha, em Olímpia (SP), na tarde desta sexta-feira (16).

O nível da água abaixou por conta da estiagem que atinge a região noroeste paulista e revelou o veículo, que foi visto por um pescador.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, equipes foram acionadas e mergulharam na água, encontrando a ossada.

O veículo foi retirado com o auxílio de um guincho e colocado em um caminhão. A Polícia Civil foi chamada para realizar exames.

Segundo os bombeiros, somente exames periciais vão apontar a identidade da vítima. Os destroços do carro também passarão por exames.

Carro foi retirado com auxílio de um guincho em Olímpia  — Foto: Divulgação/OLIMPIA24HORAS

Fonte: G1.com


Mário Almeida15 de julho de 2021
bolson-eee.jpeg

3min770

O presidente Jair Bolsonaro  passou a primeira noite internado no Hospital Vila Nova Star, na Vila Nova Conceição, na Zona Sul de São Paulo. Ele foi transferido de Brasília para São Paulo na noite de quarta-feira (14) após apresentar um quadro de obstrução intestinal.

 Bolsonaro passou bem durante a noite e deve realizar novos exames de imagem durante a manhã desta quinta (15).

Após a realização de exames clínicos, laboratoriais e de imagem na noite desta quarta (14), a equipe médica que cuida do presidente, coordenada pelo cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, definiu que ele receberá um “tratamento clínico conservador”, descartando a necessidade de uma cirurgia de emergência inicial. Ele vai permanecer internado e não há previsão de alta.

“O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem realizadas, o Presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador”, disse a nota divulgada pelo hospital na quarta (14).

Segundo o senador Flavio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente, o presidente ficará em observação por três dias em São Paulo.

Fonte: G1.com


Clesio Marques14 de julho de 2021
1_design_sem_nome-16402025.png

2min1400

DJ Ivis Araújo foi preso no fim da tarde desta quarta-feira, 14, três dias após a divulgação dos vídeos em que aparece agredindo sua ex-esposa, Pamella Holanda. A prisão foi anunciada nas redes sociais pelo governador Camilo Santana (PT). O músico é esperado na Delegacia de Eusébio, onde o caso está sendo investigado.

O músico é investigado pelo crime de lesão corporal. Imagens que mostram uma das agressões sofridas pela arquiteta Pamella Holanda vieram a público no fim de semana. Inicialmente, a Polícia informou que não realizou a prisão em flagrante por que o Boletim de Ocorrência (B.O) do caso foi registrado pela vítima somente dois dias após as agressões.

Mais cedo, a empregada doméstica dele já havia sido interrogada no âmbito do inquérito policial.

O governador Camilo Santana (PT) comentou a prisão:

“Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido.”

Com informações do repórter Luciano Cesário

Jornal O poVo


Mário Almeida12 de julho de 2021
auxilio-2021.jpg

7min1410

A Caixa Econômica Federal dá continuidade a liberação do direito ao saque da terceira parcela do auxílio emergencial. Nesta segunda-feira, 12, trabalhadores nascidos em julho puderam retirar o valor em espécie. Inscritos no Bolsa Família que foram beneficiados pelo auxílio emergencial recebem as parcelas já com direito ao saque e devem aguardar o início de pagamento da quarta parcela. O calendário da próxima parcela, a quarta, está previsto para começar no dia 19 de julho, com o pagamento para beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) igual a 1.

O público geral receberá a quarta parcela do benefício a partir do dia 23 de julho, tendo direito ao saque a partir do dia 13 de agosto. Ainda não há calendário definido para pagamento e liberação de saque das três novas parcelas do auxílio emergencial. No anúncio da prorrogação apenas foi informado que as novas parcelas do benefício serão pagas entre agosto e outubro, em cronograma a ser liberado pela Caixa.

Com a prorrogação, trabalhadores nascidos em janeiro e inscritos no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) receberam o benefício por meio de depósito nas contas digitais criadas para movimentar o auxílio. Os pagamentos das novas parcelas seguirão o mesmo principio de pagamento escalonado de acordo com a data de nascimento para público geral e levando em consideração o último dígito do NIS para beneficiários do Bolsa Família.

No último dia 15 de maio, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, pontuou que a instituição estuda antecipar o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial federal, assim como fez com as três primeiras parcelas. “É muito claro que anteciparemos também o quarto ciclo, mas vamos fazer isso daqui a algumas semanas, mantendo a mesma otimização”, declarou ao comentar sobre a atualização de calendário com a antecipação feita no cronograma da terceira parcela.

Faltando uma semana para fala completar um mês, a Caixa não retomou discussão, e ainda mantém o início do pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial de 2021 nas datas já divulgadas e listadas abaixo.

Seguem abaixo as datas atualizadas do calendário de saque da terceira e cronograma completo de pagamento e saque quarta rodada de pagamento do benefício deste ano para público geral e beneficiários do Bolsa Família:

 

Terceira parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de saques – público geral

 

  • Nascidos em janeiro: 1º de julho
  • Nascidos em fevereiro: 2 de julho
  • Nascidos em março: 5 de julho
  • Nascidos em abril: 6 de julho
  • Nascidos em maio: 8 de julho
  • Nascidos em junho: 9 de julho
  • Nascidos em julho: 12 de julho
  • Nascidos em agosto: 13 de julho
  • Nascidos em setembro: 14 de julho
  • Nascidos em outubro: 15 de julho
  • Nascidos em novembro: 16 de julho
  • Nascidos em dezembro: 19 de julho
Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento (depósito na Poupança Social) – público geral
  • Nascidos em janeiro: 23 de julho
  • Nascidos em fevereiro: 25 de julho
  • Nascidos em março: 28 de julho
  • Nascidos em abril: 1º de agosto
  • Nascidos em maio: 03 de agosto
  • Nascidos em junho: 05 de agosto
  • Nascidos em julho: 08 de agosto
  • Nascidos em agosto: 11 de agosto
  • Nascidos em setembro: 15 de agosto
  • Nascidos em outubro: 18 de agosto
  • Nascidos em novembro: 20 de agosto
  • Nascidos em dezembro: 22 de agosto

 

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de saques – público geral
  • Nascidos em janeiro: 13 de agosto
  • Nascidos em fevereiro: 17 de agosto
  • Nascidos em março: 19 de agosto
  • Nascidos em abril: 23 de agosto
  • Nascidos em maio: 25 de agosto
  • Nascidos em junho: 27 de agosto
  • Nascidos em julho: 30 de agosto
  • Nascidos em agosto: 1º de setembro
  • Nascidos em setembro: 03 de setembro
  • Nascidos em outubro: 06 de setembro
  • Nascidos em novembro: 08 de setembro
  • Nascidos em dezembro: 10 de setembro

 

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento para beneficiários do Bolsa Família
  • NIS com final 1: 19 de julho
  • NIS com final 2: 20 de julho
  • NIS com final 3: 21 de julho
  • NIS com final 4: 22 de julho
  • NIS com final 5: 23 de julho
  • NIS com final 6: 26 de julho
  • NIS com final 7: 27 de julho
  • NIS com final 8: 28 de julho
  • NIS com final 9: 29 de julho
  • NIS com final 0: 30 de julho

Fonte: O Povo


Mário Almeida8 de julho de 2021
engavetamento-tijucas-do-sul2.jpg

4min1500

Sete pessoas ficaram feridas em um engavetamento envolvendo dez veículos no km 660, BR-376, em Tijucas do Sul, no litoral do Paraná. O acidente aconteceu seis quilômetros antes do local onde o ônibus do Umuarama Futsal tombou, deixando duas pessoas mortas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o engavetamento envolveu três carros, duas caminhonetes e quatro carretas no congestionamento que se formou por causa do primeiro acidente.

Cinco vítimas sofreram ferimentos leves, uma teve ferimentos moderados e uma foi socorrida em estado grave. Os pacientes foram levados para o Hospital São José de Joinville e para o Pronto Atendimento de Garuva, em Santa Catarina.

Segundo a PRF, o trecho da rodovia onde ocorreu o acidente foi totalmente liberado às 13h40. O congestionamento no trecho chegou a 20 quilômetros.

A PRF informou que, preliminarmente, o caminhão que causou o acidente estava com problemas no sistema de freio e trafegava em velocidade acima do permitido, no local o limite é de 60 km/h. Para a polícia, estes dois fatores podem ter sido a causa do engavetamento.

Acidente com ônibus

 

 

O ônibus com o time do Umuarama Futsal, do noroeste do Paraná, tombou na BR-376, em Guaratuba, no litoral do estado, na manhã desta quinta-feira. Segundo a concessionária que administra o trecho, duas pessoas morreram, duas ficaram gravemente feridas e outras 18 tiveram ferimentos leves.

Segundo a diretoria do Umuarama Futsal, os mortos são o motorista e o coordenador da categoria de base do clube.

De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes de Umuarama, o ônibus pertencia ao próprio Umuarama Futsal.

O acidente aconteceu na altura do km 667, no sentido Santa Catarina. Em janeiro, um outro acidente mais grave envolvendo um ônibus aconteceu a um quilômetro do trecho, deixando 19 mortos e 31 feridos.

Fonte: G1.com



Atitude Empreendimentos



Nossas Redes Sociais


FALE CONOSCOCONTATO