Arquivos Esportes - FM Atitude

Wesley Martins23 de outubro de 2020
vasco-1280x674.png

2min110

Resumão

Um gol aos 44 minutos do segundo tempo deu ao Corinthians a vitória sobre o Vasco, nesta quarta-feira, em São Januário, pelo Brasileirão. Ao sair do banco, Everaldo decretou a vitória que marca a recuperação do time paulista após a goleada sofrida diante do Flamengo na rodada passada. Mantuan havia aberto o placar, e Ribamar empatado antes do 2 a 1 ser consolidado. O time carioca, que estreou o técnico português Ricardo Sá Pinto, chegou ao sétimo jogo sem vitória e está perto da zona do rebaixamento.

Classificação

A vitória significou um salto de seis posições ao Corinthians e a recuperação do 5 a 1 sofrido diante do Flamengo. Com 21 pontos, ocupa o décimo lugar – pode perder posições no complemento da 18ª rodada no final de semana. O Vasco, que agora acumula sete rodadas sem vencer, continua com 18 pontos e está em 16º – tem dois jogos a menos. Soma apenas dois pontos a mais do que o Athletico-PR, o primeiro integrante da zona do rebaixamento.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins23 de outubro de 2020
bahia-vence-1280x674.png

3min110

De virada, deu Bahêa!

Bahia e Atlético-MG entraram em campo em Pituaçu, na noite desta segunda-feira, com objetivos diferentes. O time da casa buscava a vitória para se afastar da zona de rebaixamento e começar a pensar na parte de cima da tabela. O Galo visava recuperar o posto mais nobre da classificação. O time mineiro fez um primeiro tempo muito bom, marcou um gol (com Savarino) e perdeu chances para ampliar. Na etapa final, os baianos dominaram. O empate veio com Daniel, e Gilberto, que saiu do banco, foi o nome do jogo, com os dois gols que fecharam o 3 a 1.

Números da partida

Finalizações: Bahia 13 x 21 Atlético

Posse de bola: Bahia 38% x 62% Atlético

Passes completos: Bahia 233 x 512 Atlético

Bahia respira

Com a vitória desta noite, o Bahia subiu quatro posições e respirou na Série A: é o 12º, com 19 pontos. Como a partida contra o Fortaleza, pela 18ª rodada, será remarcada, o time baiano só volta a campo pela competição nacional no dia 31 de outubro, quando enfrenta o Santos. A partida será realizada às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro.

Galo deixa a liderança

Ao Atlético, o resultado custou caro. O time mineiro deixou a liderança do Brasileirão e agora é o terceiro colocado da tabela, com 31 pontos – tem uma partida a menos que Inter e Flamengo, líder e vice, respectivamente. Na próxima rodada, o Galo recebe o Sport no Mineirão. A partida está marcada para as 21h do próximo sábado.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins23 de outubro de 2020
botafogo-e-goias-1280x674.png

2min110

Resumão

Botafogo e Goiás empataram sem gols nesta segunda-feira, no estádio Nilton Santos, em jogo que encerrou a 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time da casa pressionou na maior parte do jogo, principalmente no primeiro tempo, enquanto o Goiás se fechou e pouco criou.

Goleiros em destaque

Os goleiros foram destaque da partida. Tadeu, novamente, salvou o Goiás de uma derrota. Apareceu muto durante o jogo e fez grandes defesas. Cavalieri, defendendo o Botafogo, foi menos exigido, mas quando trabalhou foi muito bem.

Como fica?

Com o empate, o Botafogo termina a rodada na 14° posição, com 19 pontos conquistados até aqui. O Goiás segue na lanterna da competição, com apenas 11 pontos somados, cinco a menos que o adversário mais próximo.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins23 de outubro de 2020
fortsaleza-e-palmeiras-1280x674.png

4min110

Festa do Leão!

O Fortaleza comemorou seu aniversário de 102 anos em grande estilo neste domingo. Sem todos os titulares à disposição, o Leão contou com dois gols do atacante David para vencer o Palmeiras por 2 a 0, no Castelão, e chegar a dez jogos de invencibilidade – oito no Brasileirão, um na Copa do Brasil e um no Campeonato Cearense). Foi a quarta derrota consecutiva do Verdão.

Fortaleza em alta

O resultado coloca o Fortaleza na sétima colocação, com 24 pontos, apenas três abaixo do G-4. O bom momento acontece em um período decisivo da temporada: o time faz a final do Campeonato Cearense, contra o Ceará, quarta-feira, às 21h30, no Castelão. No domingo, encara o São Paulo, às 20h30, no Morumbi, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Palmeiras em baixa

A quarta derrota consecutiva, agora sob o comando do técnico interino Andrey Lopes, faz o Palmeiras se afastar ainda mais da briga pelo título nacional. O Verdão caiu para o oitavo, com 22 pontos, 12 atrás de Inter e Flamengo. A equipe recebe o Tigre-ARG, quarta-feira, às 21h30, no Allianz Parque, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Pelo Brasileirão, enfrenta o Atlético-GO, domingo, às 16h, em Goiânia.

E o novo técnico?

A diretoria do Palmeiras viaja nesta segunda-feira ao Equador para tentar fechar com Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle. O clube está confiante na negociação, mas o acordo ainda não está firmado. O treinador espanhol se encontrará com o diretor de futebol Anderson Barros e o vice-presidente Paulo Buosi.

Roupa nova

O Fortaleza estreou o novo uniforme: o “Les Bleus”. Ele tem dois modelos, o de linha, que segue o padrão atual da seleção francesa, e a versão goleiro, que é uma homenagem ao arqueiro Felipe Alves.

Ceni na história

Ao entrar em campo neste domingo, Rogério Ceni igualou Caiçara com 149 jogos e se torna o segundo treinador que mais comandou o Fortaleza na história. Moésio Gomes, com 229 partidas, é o técnico com mais jogos no comando do Leão.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins22 de outubro de 2020
bragfa-e-1280x1011.png

3min110

Resumão

No encontro de dois times em má fase, o dono da casa Bragantino se deu melhor sobre o Sport e venceu por 2 a 0, na noite deste domingo, no Nabi Abi Chedid. O resultado fez a equipe paulista voltar a vencer após cinco rodadas, ao mesmo tempo em que rendeu a quarta derrota consecutiva para o Leão. Ricardo Ryller e Claudinho marcaram os gols da partida.

Que lambança

Esta partida foi literalmente para o torcedor do Sport esquecer. Além de o time não ter produzido quase nada, ainda ficou perto de marcar um gol contra bizarro. Patric recuou para Luan Polli, que furou, e contou com a sorte para a situação não ficar ainda mais feia.

Especialista

Claudinho tem talento para fazer gols bonitos. Foi assim nas últimas partidas e novamente neste domingo. Ele marcou o segundo do Bragantino no jogo, deixando a marcação na saudade e finalizando com tranquilidade. Mais um pra conta do atacante, que chega a cinco marcados na Série A.

Como fica?

O time paulista segue na vice-lanterna, mas embola classificação com 16 pontos e fica mais perto de sair do Z-4. Já o Leão segue caindo, agora em 11º, com 20.

Próximos jogos

As equipes voltam a jogar pela Série A no sábado. O Bragantino recebe o Goiás às 17h, novamente no Navi Abi Chedid. Já o Sport visita o Atlético-MG, às 21h, no Mineirão.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins21 de outubro de 2020
inter-e-vasco-1280x924.png

6min160

Resumão

O Brasileirão tem um novo líder, pelo menos até a segunda-feira. Na noite deste domingo, o Inter venceu o Vasco por 2 a 0 no Beira-Rio e assumiu a ponta da tabela. Na estreia de seu uniforme rosa, o Colorado precisou de apenas um tempo para liquidar a partida, com gols de Edenílson e Thiago Galhardo, de pênalti. Foi a quarta vitória seguida do time gaúcho na competição. Já o Vasco vê seu jejum sem vitórias aumentar para oito jogos, seis pelo Brasileirão, e deixa o técnico português Ricardo Sá Pinto pressionado por resultados antes mesmo de sua estreia.

Artilheiro em alta

Quem para Thiago Galhardo? O meia convertido em atacante no Inter brilha no Brasileirão com números impressionantes. Além de chegar ao 14º gol em 16 jogos e se isolar ainda mais na artilharia, o camisa 17 também é o maior garçom do campeonato. Foi dele o passe para Edenílson abrir o placar, em sua quinta assistência na competição.

Artilheiro em baixa

Destaque do Vasco na arracanda do campeonato, Germán Cano atravessa uma fase não muito boa. O argentino chegou ao oitavo jogo sem marcar contra o Inter. A última vez que ele balançou as redes foi no dia 13 de setembro, na vitória por 3 a 2 sobre o Botafogo. Foi também a última vez que o Vasco saiu de campo com os três pontos.

Português de olho

À espera de regularização na CBF, o novo técnico do Vasco, Ricardo Sá Pinto, não pôde comandar o time contra o Inter, mas assistiu ao jogo de perto, nas arquibancadas do Beira-Rio. A equipe foi dirigida mais uma vez por Alexandre Grasseli, que deixou o cargo de técnico do time sub-20 e foi promovido a auxiliar da categoria profissional. O técnico deve ter condições legais de estrear contra o Corinthians, quarta-feira, em São Januário. Será que o português gostou do que viu?

Outubro Rosa

Em vez do tradicional vermelho, rosa. O Inter entrou em campo com um uniforme especial neste domingo. A camisa de cor diferente foi lançada neste mês e faz alusão à campanha do Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama. Parte das vendas com o novo uniforme será revertida ao Instituto Brasileiro de Controle do Câncer. A novidade caiu no gosto do torcedor, que praticamente esgotou o lote de 4 mil peças colocado à venda. E aí, curtiu?

 Na tabela

Com a vitória, o Inter chega aos 34 pontos e assume a liderança do Brasileirão. O Colorado tem a mesma pontuação do Flamengo, mas leva vantagem nos critérios de desempate. Agora o time de Eduardo Coudet seca o Atlético-MG, que tem 31 pontos e encerra a rodada contra o Bahia, fora de casa, para seguir no topo da tabela. Por sua vez, o Vasco perde uma posição e cai para o 13º lugar, com 18 pontos, a dois pontos do Z-4.

Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no meio de semana. Na quinta-feira (22), o Colorado vai ao Chile enfrentar a Universidad Católica, às 21h30 (de Brasília), em jogo pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Já o Vasco recebe o Corinthians na quarta-feira (21), às 21h30, pela 18ª rodada do Brasileirão. Pelo Nacional, o Inter só joga no próximo domingo, contra o Flamengo, no Beira-Rio.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins19 de outubro de 2020
flamerngo-e-corinthians-1280x753.png

4min100

Goleada histórica

Flamengo se manteve entre os líderes do Campeonato Brasileiro em grande estilo. Mesmo em meio a uma maratona de jogos (seis em 14 dias), goleou o Corinthians por 5 a 1 na tarde deste domingo, na Neo Química Arena, pela 17ª rodada da competição, e mostrou força para brigar por mais um título. O Rubro-Negro marcou com Everton Ribeiro, Vitinho, Natan, Bruno Henrique e Diego, e o Timão descontou com Gil. A equipe de Domènec Torrent dá mais um recado aos rivais, fica com a pontuação do Internacional e seca o Atlético-MG, enquanto a equipe de Vagner Mancini, mesmo sem ter jogado mal, volta a ver a zona de rebaixamento de perto.

Cássio desabafa

Maior ídolo do Corinthians no atual elenco, o goleiro falou sobre a pressão que vem sofrendo pelas más atuações. Deixou, inclusive, aberta a possibilidade de sair do clube “se estiver atrapalhando”.

A pior derrota

O Corinthians nunca havia sofrido cinco gols em sua Arena. Foi, claro, a pior derrota do Timão em sua nova casa desde a inauguração, em 2014.

Central do Apito

O jogo teve dois gols anulados, um para cada lado. No primeiro tempo, Pedro teve seu gol anulado pelo Flamengo porque a bola havia saído pela linha lateral no início da jogada. No segundo, Gil marcou de cabeça após cruzamento de Luan, mas o VAR viu impedimento do zagueiro.

Como fica?

A vitória leva o Flamengo aos 34 pontos, mesma pontuação do Inter, que leva vantagem no saldo de gols, e podendo ser alcançado pelo Atlético-MG. O Corinthians fica com 18, a dois pontos do Z-4.

Próximos jogos

Os dois times voltam a jogar na próxima quarta-feira: o Corinthians vai a São Januário enfrentar o Vasco, às 21h30 (de Brasília), na abertura da 18ª rodada do Brasileirão. No mesmo horário, o já classificado Flamengo recebe o Junior Barranquilla no Maracanã, pela última rodada do Grupo A da Copa Libertadores.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins19 de outubro de 2020
gremio-e-sao-paulo-1280x753.png

3min70

Sem pontaria, sem gols

São Paulo e Grêmio ficaram no empate em 0 a 0 na noite deste sábado, no Morumbi, num jogo entre duas equipes técnicas que procuraram ter a bola nos pés, mas pecaram nas finalizações e frearam a ascensão de ambos na tabela do Campeonato Brasileiro. Os goleiros Tiago Volpi e Vanderlei foram praticamente espectadores de rivais que criaram, mas não acertaram o pé. O duelo válido pela 17ª rodada gerou expectativa por reunir duas equipes bem montadas e com os técnicos há mais tempo em seus cargos na Série A: Fernando Diniz e Renato Gaúcho. Esperava-se bem mais.

Central do Apito

Grêmio reclamou de dois lances, um em cada tempo. O VAR não chamou o árbitro Rafael Traci para analisar nenhum dos dois lances. Depois, mais reclamação: faltas em Alisson e Luiz Fernando que, na visão do Grêmio, seriam passíveis de expulsão. No caso de Luiz Fernando, Daniel Alves levou cartão amarelo, e o gremista foi substituído. O Grêmio pediu, inclusive, a anulação da partida ao se sentir lesado.

Como fica?

O empate leva o São Paulo aos 27 pontos, ainda em quarto lugar, mas com Santos e Fluminense na cola. O Grêmio vai a 21 e vê os adversários da parte de cima mais longe.

Próximos jogos

Os dois times voltam a jogar no meio de semana, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Já eliminado, o São Paulo recebe o Binacional na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), pelo Grupo D. O Grêmio, já classificado, recebe em sua Arena o América de Cali, quinta-feira, às 21h30, pelo Grupo E.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins19 de outubro de 2020
atletico-e-atletico-2-atleticos-juntos-em-uma-so-sintonia-1280x753.png

4min110

Duelo agitado

No confronto rubro-negro em Goiânia, Atlético-GO e Athletico-PR ficaram no empate por 1 a 1. Mesmo com um homem a menos quase desde o início, o Dragão chegou a abrir o placar no primeiro tempo com Zé Roberto, mas Léo Cittadini anotou na etapa final e deixou tudo igual no Estádio Olímpico, em partida da 17ª rodada da Série A.

Início nervoso

O futebol passou quase despercebido no primeiro tempo. As duas equipes entraram pilhadas, sobretudo a do Atlético-GO, que teve Willian Maranhão expulso por agressão. Éder também chegou a receber cartão vermelho após dar uma tesoura em Carlos Eduardo, mas o árbitro retirou e aplicou só amarelo após consulta ao VAR. O clima seguiu tenso até o intervalo. Antes, porém, Zé Roberto completou de peito o cruzamento de João Victor e abriu o placar para o Dragão, aos 45 minutos, em uma das poucas jogadas bem trabalhadas.

Blitz paranaense

Em vantagem numérica, o Athletico foi dono do segundo tempo. Teve mais posse e criou as melhores chances. O empate veio aos 17, quando Nikão passou fácil por Natanael e cruzou para Léo Cittadini empurrar para as redes. Logo em seguida, Nikão quase acertou chute para virar o jogo. O Furacão continuou martelando o Dragão, que se defendeu como pôde. Aos 41, Cittadini ganhou pelo alto e acertou a trave do goleiro Jean. Pouco depois, o mesmo Cittadini errou cabeceio na pequena área. Foi a última grande oportunidade da partida, e o placar seguiu inalterado.

Agressão

Willian Maranhão foi expulso logo aos 18 minutos do primeiro tempo. Após forte disputa de bola, o volante do Atlético-GO se levantou irritado e deu um tapa na cara do atacante Carlos Eduardo. Ele recebeu cartão vermelho direto e foi mais cedo para o chuveiro.

Tabela e agenda

O Atlético-GO chega a 22 pontos e vai subindo para a 8ª posição, mas pode ser ultrapassado no complemento da rodada. O Athletico-PR segue na zona de rebaixamento, com 16 pontos. O Dragão volta a campo no outro domingo (25), quando encara o Palmeiras, às 16h, no Olímpico. No mesmo dia, o Furacão pega o Grêmio, às 18h15, na Arena da Baixada.

FONTE: ge (Globo Esporte)


Wesley Martins19 de outubro de 2020
coritiba-e-santos-1280x753.png

3min60

Vitória importante

O Santos se aproximou ainda mais da disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro. O Peixe venceu o Coritiba por 2 a 1, neste sábado, no Couto Pereira. Kaio Jorge e Soteldo, de pênalti, marcaram ainda no primeiro tempo – Giovanni Augusto descontou na etapa final. O Coxa não consegue embalar e continua entre os últimos colocados.

Peixe sobe

A vitória em Curitiba coloca o Santos com 27 pontos, quatro abaixo de Atlético-MG, Internacional e Flamengo – todos com jogos a menos que o Peixe. O time enfrenta o Defensa y Justicia, da Argentina, terça-feira, às 19h15, na Vila Belmiro, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Pelo Brasileirão, pega o Fluminense, domingo, às 16h, no Maracanã.

Coxa oscila

O Coritiba perdeu a chance de ganhar fôlego no Brasileirão. Na rodada passada, o time venceu o Palmeiras, em São Paulo, mas não conseguiu confirmar a reação. O time do tetracampeão Jorginho permanece com apenas 16 pontos, bastante ameaçado pelo rebaixamento. No sábado, visita o Ceará, às 19h, no Castelão.

Soteldo: vai ou fica?

Antes da partida, o técnico Cuca disse que a partida contra o Coritiba seria a última do venezuelano pelo Santos. O problema é que o atacante ainda não aceitou a oferta do Al Hilal. Ele fez uma contraproposta com um pedido salarial mais alto e aguarda a resposta. O Conselho Deliberativo do Peixe ainda precisa aprovar a negociação em reunião na próxima quarta-feira.

FONTE: ge (Globo Esporte)



Atitude Empreendimentos



Nossas Redes Sociais


FALE CONOSCOCONTATO