Domingo, 28 de Novembro de 2021
(85) 99236-2812
Saúde Saúde

Hotel em Camocim é autuado por show com aglomeração e público sem máscara

Responsáveis pelo Ilha Park Hotel em Camocim responderão a processo administrativo.

15/10/2021 16h22
178
Por: Mário Almeida Fonte: G1/CE
Hotel em Camocim é autuado por show com aglomeração e público sem máscara

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio da Vigilância Sanitária, autuou o Ilha Park Hotel, em Camocim, no litoral oeste do Estado, por show do cantor João Gomes em que o público não usou máscara nem manteve distanciamento. O evento ocorreu na terça-feira (12) sem a autorização da Vigilância.

Um decreto estadual liberou eventos em hotéis e buffets com até 600 pessoas em locais abertos e 500 em ambientes fechados, mas com respeito ao protocolo da Secretaria que prevê vacinação, uso de máscara e distanciamento.

Os responsáveis vão responder a processo administrativo, sujeito às seguintes penalidades:

·         advertência

·         intervenção

·         interdição

·         cancelamento de licença e/ou multa.

Os autuados terão prazo de 15 dias úteis para apresentar defesa.

·         Novo decreto no Ceará amplia horário de funcionamento de restaurantes e a capacidade de eventos, hotéis e academias

·         Evento-teste em Guaramiranga, no Ceará, não detecta casos positivos de Covid-19, aponta relatório

De acordo com a Sesa, o evento foi promovido sem autorização da Vigilância Sanitária estadual e sem controle rigoroso do acesso que permitisse a entrada somente de pessoas vacinadas com duas doses ou dose única contra a doença – ou com comprovação de testagem negativa para Covid-19 (exame de antígeno ou RT-PCR) realizada no prazo máximo de até 48 horas antes do evento.

 

Público sem máscara

 

Imagens registradas durante a festa, compartilhadas nas redes sociais, mostraram centenas de pessoas sem máscara. Também é possível ver que o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os participantes não foi cumprido. O vídeo registra também o momento em que João Gomes convida uma pessoa da plateia para cantar com ele no palco.

Segundo a Prefeitura de Camocim, a festa era particular e todos os protocolos sanitários previstos nos decretos estadual e municipal foram repassados para o responsável pelo evento. A prefeitura afirmou ao g1 que não havia recebido denúncia de irregularidades no show. Caso ocorresse, a Vigilância Sanitária do município seria acionada e o caso seria apurado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias