Após dois meses Professores da UFC, UFCA e Unilab decidem pelo fim da greve

Ainda não há previsão de data para retorno das aulas.

21/06/2024 às 16h55
Por: Mário Almeida Fonte: G1/CE
Compartilhe:
Após dois meses Professores da UFC, UFCA e Unilab decidem pelo fim da greve

Os professores das universidades federais do Ceará votaram, na manhã desta sexta-feira (21), pelo fim da greve iniciada há dois meses. Em assembleia geral, os docentes decidiram que a saída da greve está vinculada à assinatura de um acordo com o Governo Federal, o que deve acontecer no mês de julho. Servidores e técnicos do IFCE também decidiram pelo fim da greve.

A decisão pode resultar no retorno às aulas na Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Cariri (UFCA) e Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Continua após a publicidade

Durante a assembleia, realizada em Fortaleza, foram 107 votos a favor e 58 contra o encerramento da greve.

Continua após a publicidade

Segundo a ADUFC, a decisão será encaminhada ao Comando Nacional de Greve do ANDES-Sindicato Nacional, que representa a categoria nas negociações com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

Ainda conforme o sindicato, os professores reconheceram que as propostas do governo federal foram limitadas, mas que trouxeram algumas conquistas para o movimento. Um exemplo é o reconhecimento do setor da educação como categoria relevante a ser ouvida pelos governos.

Continua após a publicidade

Em greve desde o dia 15 de abril, os docentes tinham reivindicações da campanha salarial de 2024 com base nas perdas salariais desde 2010. Conforme a ADUFC, a Mesa Nacional de Negociação Permanente só foi iniciada depois do início da greve.

 

Confira alguns pontos da proposta do governo federal:

·         Reajuste salarial de 12,5%, sendo: 9% pago em janeiro de 2025 e 3,5% em abril de 2026;

·         Alteração da redação da IN n. 66/2022 para assegurar retroatividade de efeitos funcionais e financeiros, desde que o pedido seja feito em até 6 meses;

·         Criação de três grupos de trabalho para discutir: reenquadramento de aposentados; reposicionamento dos professores que já estão na carreira e fizeram novos concursos e que perdem a progressão anterior e revogação da IN n. 15/2022, que trata de adicionais ocupacionais, como insalubridade.

 

Servidores do IFCE também aceitam proposta

Na tarde desta terça-feira (19), os professores e técnicos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) também aceitaram a proposta do governo para as categorias de docentes e técnicos administrativos. A decisão é que a greve vai continuar até a assinatura do acordo.

Conforme informações do SINDSIFCE, que representa as categorias, a decisão será repassada ao Comando Nacional de Greve, que realiza plenária nacional até o sábado (22).

O sindicato ressalta que, somente após assinatura do termo de acordo com todos os itens pactuados, haverá uma assembleia específica para encerrar a greve. Com esta etapa, a Reitoria da IFCE deverá ser informada da decisão final do movimento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itapagé, CE
20°
Parcialmente nublado

Mín. 18° Máx. 29°

20° Sensação
1.08km/h Vento
90% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h46 Nascer do sol
05h41 Pôr do sol
Seg 29° 18°
Ter 29° 18°
Qua 30° 17°
Qui 28° 18°
Sex 30° 18°
Atualizado às 21h03
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 354,035,96 +6,80%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Lenium - Criar site de notícias