Pesquisador e médico veterinário é assassinado a tiros

Caso aconteceu nas imediações da Avenida Hermenegildo de Sá Cavalcante, no Bairro Edson Queiroz.

05/07/2024 às 13h03
Por: Mário Almeida Fonte: G1/CE
Compartilhe:
 Pesquisador e médico veterinário é assassinado a tiros

O pesquisador e médico veterinário Saul Gaudêncio Neto, de 37 anos, foi morto a tiros, na noite desta quinta-feira (4), nas imediações da Avenida Hermenegildo de Sá Cavalcante, no Bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. O suspeito do crime foi preso nesta sexta-feira (5).

O corpo do pesquisador está na Perícia Forense, em Fortaleza, e aguarda a chegada de familiares, residentes em Santa Catarina. Conforme uma familiar de Gaudêncio, o corpo será levada a Santa Catarina, onde ele será velado e sepultado.

Continua após a publicidade

Mariana Mota, namorada do pesquisador que o acompanhava no momento do crime, foi atingida com dois tiros. Ela foi socorrida em um hospital da região. Conforme o deputado estadual Felipe Mota, tio de Mariana, um tiro atingiu o braço e o outro a região da lombar, mas sem afetar a coluna ou órgão vital.

Continua após a publicidade

Mariana "está na UTI por segurança médica e logo estará conosco novamente", disse o deputado, em uma postagem em rede social.

A Universidade de Fortaleza publicou uma nota de pesar em que se solidariza com a família e amigos da vítima.

Continua após a publicidade

"A Universidade de Fortaleza se solidariza com a família e amigos de Saul, e segue aguardando as investigações das autoridades competentes", lamentou a instituição.

A Secretaria da Segurança afirma que a polícia investiga o caso. "As investigações estão a cargo da 7ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, que realiza diligências visando elucidar o caso, bem como identificar a autoria do crime", disse a pasta, em nota.

 

Prisão do suspeito

O suspeito de matar o professor e atirar na companheira dele foi preso no Bairro Messejana, conforme delegado geral da Polícia Civil, Márcio Gutierrez. Conforme o delegado, o suspeito pediu uma carona ao pesquisador e o forçou a dirigir até um local ermo, onde sacou a arma e atirou.

"Esse criminoso pediu uma carona para a vítima e logo depois, já nos primeiros metros ali que eles se deslocavam para retornar para suas residências, o indivíduo pediu para entrar em uma rua escura, um local ermo. A vítima não quis, alegou que ali seria um local perigoso e foi nesse momento que ele sacou a arma de fogo e determinou que a vítima entrasse naquele local."

 

Quem era Saul Gaudêncio Neto

Saul Gaudêncio Neto era médico veterinário e pesquisador e atuava na Universidade de Fortaleza (Unifor). Ele era graduado pela Universidade do Estado de Santa Catarina.

Esteve envolvido no estudo de cabras transgênicas que possuem capacidade de produzir um medicamento para o tratamento de vários tipos de câncer.

 

Veja a nota de pesar da universidade

A Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, lamenta profundamente a morte do médico veterinário e pesquisador, Saul Gaudêncio Neto, de 37 anos, vítima de homicídio na noite desta quinta-feira, dia 4 de Julho, nas imediações da Avenida Hermenegildo de Sá Cavalcante.

A Universidade de Fortaleza se solidariza com a família e amigos de Saul, e segue aguardando as investigações das autoridades competentes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itapagé, CE
20°
Parcialmente nublado

Mín. 18° Máx. 29°

20° Sensação
1.08km/h Vento
90% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h46 Nascer do sol
05h41 Pôr do sol
Seg 29° 18°
Ter 29° 18°
Qua 30° 17°
Qui 28° 18°
Sex 30° 18°
Atualizado às 21h03
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 354,804,24 +7,04%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Lenium - Criar site de notícias