Quinta, 21 de Outubro de 2021
(85) 99236-2812
Ceará Incêndio

Corpo de Bombeiros debela incêndio na sede do Tribunal de Justiça em Fortaleza

O fogo teve início às 04h da manhã e foi debelado por completo às 13h

07/09/2021 06h41
169
Por: Mário Almeida Fonte: G1/CE
Várias equipes somaram no combate às chamas
Várias equipes somaram no combate às chamas

Um trabalho que contou com cerca de 60 profissionais do Corpo de Bombeiros resultou no controle do incêndio, ocorrido na manhã dessa segunda-feira (6), na sede do Tribunal de Justiça, localizada no bairro Cambeba em Fortaleza. De acordo com os primeiros levantamentos, há indícios que o foco iniciou em um depósito do local. Equipes da Polícia Militar e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) também foram acionadas para dar apoio no atendimento do sinistro. Ao todo, 11 guarnições, além da escada Magirus M42L-AS, foram utilizadas pelas equipes bombeirísticas.

O acionamento se deu via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), por volta das 4 horas da manhã. Para o combate das chamas, os bombeiros utilizaram cinco caminhões Auto Bombas Tanques e Salvamento (ABTS), três guarnições de busca e salvamento, duas ambulâncias de atendimento pré-hospitalar, um caminhão pipa, além da escada mecânica Magirus M42L-AS, que possui cinco lances de escada, tornando-se a mais alta do mundo quando se trata de braço articulado. O fogo foi controlado às 13 horas pelos Bombeiros militares.

O governador do Ceará, Camilo Santana, esteve presente no local. Na ocasião, ele lamentou o ocorrido e falou sobre a importância do trabalho rápido do CBMCE. “Lamento profundamente o ocorrido e agora estamos trabalhando para averiguar toda a situação. O mais importante é que não houve feridos e nem prejuízo processual, visto que não havia processos físicos no local. Já disponibilizamos nossos equipamentos, como o Centro de Eventos, para servir de local para ser acomodado, temporariamente, o funcionamento do Tribunal. Também pedi celeridade nos trabalhos da Pefoce (Perícia Forense) e da engenharia. Vamos aguardar os trabalhos serem concluídos para garantirmos a estrutura física do prédio e termos uma melhor avaliação na recuperação”, disse ele.

Já o gestor da SSPDS, Sandro Caron, ressaltou o empenho e a dedicação do trabalho dos bombeiros. “Friso aqui a coragem e a dedicação de todos os homens e mulheres que integram essa instituição e que conseguiram controlar o incêndio após longas horas de trabalho. Destaco ainda que a segurança pública segue atuando e está a disposição do Tribunal da Justiça”, concluiu.

Além do governador e do secretário da SSPDS, Sandro Caron, estiveram no local acompanhando os trabalhos das Forças de Segurança, o secretário-chefe da Casa Civil, Chagas Vieira; o coronel comandante-geral do CBMCE, Ronaldo Roque de Araújo; a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), desembargadora Maria Nailde Pinheiro; e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alec), Evandro Leitão. O gestor do CBMCE, Ronaldo Roque de Araújo, aproveitou o ensejo para atender à imprensa e ressaltar os próximos trabalhos. “Conseguimos debelar o fogo e agora estamos analisando qual a melhor atitude a ser tomada para resguardar a estrutura e, após isso, acionarmos a Perícia para concluírem os trabalhos”, finalizou ele.

 

Local provisório

 

A presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) vai funcionar, provisoriamente, no Fórum Clóvis Beviláqua, no Bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. A sede do TJCE, no Bairro Cambeba, foi atingida por um incêndio na madrugada desta segunda-feira (6), e destruiu parte da estrutura do prédio. Os processos, no entanto, não foram afetados, já que são todos digitalizados.

"Mesmo com esse triste acontecimento, o trabalho do judiciário não vai parar. Além do trabalho remoto que já vem acontecendo desde o início da pandemia, no ano passado, os setores atingidos pelo incêndio também passarão a atuar no Fórum ou em outras unidades da Justiça. O mais importante é garantir que a população continue sendo assistida sem prejuízos", disse a presidente do TJCE, Maria Nailde Pinheiro Nogueira.

A presidente do TJCE esteve reunida, na tarde desta segunda-feira (6), com a equipe de gestão para traçar as diretrizes e estabelecer estratégias devido ao incêndio. Durante o encontro, que aconteceu no Fórum Clóvis Beviláqua, a diretora da unidade, juíza Ana Cristina Esmeraldo, ofereceu a estrutura do prédio para abrigar a presidência provisoriamente, sugestão aceita pela desembargadora.

Na reunião, também foi decidido que as sessões de julgamento das câmaras continuam a acontecer totalmente virtuais e não híbridas, como havia sido determinado para acontecer a partir do dia 13 de setembro, publicada no Diário da Justiça da última terça-feira (31).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias