Segunda, 13 de Setembro de 2021
(85) 99236-2812
Regionais Feminicídio

Sobral: jovem é achada em matagal, sem vida e com marcas de violência; ex-namorado confessa assassinato

A jovem foi morta devido a não aceitação do fim do namoro com o acusado

11/09/2021 10h11
772
Por: Mário Almeida Fonte: O Sobralense
Sobral: jovem é achada em matagal, sem vida e com marcas de violência; ex-namorado confessa assassinato

No município de Sobral um crime bárbaro de feminicídio foi registrado pela Polícia Militar no início da noite desta sexta-feira (10), cuja vítima trata-se de Maria Fernanda, 20 anos, residente no distrito do Torto, zona rural.

Segundo a PM colheu de familiares da vítima, ela saiu de casa ainda a tarde com o intuito de ir a um salão de beleza. Com o anoitecer e a demora do retorno de Maria Fernanda, a família estranhou e começou a procurá-la, sem êxito.

Parentes foram ao salão onde ela teria ido e foram informados que lá, a jovem não apareceu. Na casa da vítima a família encontrou seu aparelho e nele uma mensagem recente, do ex-namorado, solicitando um encontro ainda ontem. A família passou a suspeitar que a vítima havia ido se encontrar o ex-parceiro.

O indivíduo, nome Felipe Brito Alcântara, 20 anos, foi procurado pela Polícia Militar e indagado acerca da jovem, se os dois haviam se encontrado ontem e o que aconteceu com ela, já que estava desaparecida. O ex-namorado de Maria Fernanda confessou ter se encontrado com a jovem e pelo fato de estar inconformado com o fim do relacionamento, ele agiu com violência e ao efetuar disparos de arma de fogo em direção à ex, a assassinou e em seguida tentou ocultar o cadáver em uma estrada carroçável na região do Torto. Com a PM o indivíduo foi até o local onde havia ‘desovado’ o corpo da vítima e logo em seguida, após receber voz de prisão o autor do crime de feminicídio foi levado à Delegacia de Polícia Civil e feito em seu desfavor os procedimentos cabíveis a respeito do assassinato. Ainda na unidade policial o réu confesso ficou preso.

O cadáver de Maria Fernanda foi recolhido do local onde havia sido localizado e em seguida levado para o IML.

Apesar da prisão do assassino, a Polícia Civil abrirá um inquérito para apurar o caso, já que a jovem recebia ameaças, segundo testemunhas.  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias